Categoria

Exposição

Cores e "Sin Colores" em (des)perfeita simetria
Artista: Everton David

Tá na rede

Produto das marcas

Banca de revista

Formas de pagamento

  • Cartão de Crédito
  • Mastercard Diners
  • Cartão de Débito
  • Bradesco
  • Depósito Bancário
  • Bradesco Itau Real
    Caixa
  • Boleto Bancário
  • Boleto
  • Parcelamento (Cheques)
  • Cheque

Site seguro

Voltar

Foto & Imagem

Ajudando o usuário a escolher o equipamento certo para sua necessidade.


            A fim de ajudar o usuário a fazer uma escolha adequada à sua pratica fotográfica, apresentamos abaixo algumas configurações de iluminação para estúdio considerando o tipo de câmera (digital ou convencional) e o tipo de foto que se pretende fazer, seja de modelos (book, moda, nu, etc) ou de produtos, sejam eles pequenos, médios ou grandes e levando em conta também o espaço físico que se tem disponível para a construção do estúdio, além do investimento que você está disposto a fazer no equipamento que irá iluminar suas fotos.
            Dentre as mais variadas áreas de atuação da fotografia de estúdio profissional, temos um destaque para as linhas mais difundidas, os Books (modelos, moda, nu, etc.) e os Objetos (still), para tanto, apresentamos os seguintes sets de equipamento destinados principalmente as estes modos de fotografia.
 
FOTOGRAFIA DIGITAL EM ESTÚDIO:
 
FOTOS PARA BOOK COM LUZ DE FLASH:
 

            Na fotografia de modelos ou grupo de modelos com câmeras digitais, o flash ainda é a melhor opção, em função da possibilidade de trabalhar com velocidades mais altas.
            No entanto, não são todas as câmeras fotográficas digitais que têm conexão (saída PC ou encaixe para sapata com saída PC) para fazer disparar os flashes de estúdio. Portanto é necessário saber se sua câmera digital tem esse recurso, antes de fazer uma opção por esse tipo de iluminação.
            Em alguns modelos de câmeras que não possuem nenhum tipo de conexão desse tipo, ainda é possível "driblar" esse inconveniente, adaptando uma fotocélula na extremidade de um cabo de sincronismo e colocando-a estrategicamente, de modo que a mesma receba a luz do disparo do flash interno da câmera digital, fazendo disparar também os flashes de estúdio.
            É importante observar nesse caso que a luz emitida pelo flash interno da câmera, deve atingir somente a fotocélula e não deve atingir o objeto da foto, bastando para isso que se use um pequeno bloqueador de papel preto, ou outro material, colado com fita adesiva ou preso com elástico ao corpo da câmera.
           Outro recurso interessante que algumas câmeras digitais trazem, é a possibilidade de se fazer "white-balance" com a luz dos flashes. Se você está certo de que sua câmera tem os recursos necessários para disparar flashes de estúdio, outro ponto a ser levado em consideração na hora da escolha do modelo do flash, é a variação de aberturas de que dispõe sua câmera. De acordo com essa variação, pode-se escolher um modelo de flash que combine com sua câmera.
 

Luz Principal: Acessórios

           Para os flashes que farão a iluminação principal, temos algumas opções de acessórios que você pode usar:

Sombrinhas, Hazys ou Softs.

          Essa é uma escolha bem pessoal, mas podemos dizer que as duas opções têm suas vantagens e características próprias.
 

Hazys e Softs




            A vantagem de usar hazy light ou soft light acoplado ao flash está na luz suave que eles proporcionam e também nas sombras bem amenas que são projetadas, além da possibilidade de usar estes mesmos acessórios na fotografia de produtos.
            A difusão da luz será maior, quanto maior for o tamanho do hazy ou soft, portanto, colocar mais tecidos difusores (nylon branco) internos ou externos, apesar de ser possível, não implica em maior difusão da luz. Portanto, se você pretende tirar fotos de modelos e também de produtos com o mesmo equipamento, os softs ou hazys são uma ótima escolha.
            Na maioria dos casos, a diferença entre usar o hazy ou o soft light está apenas na facilidade de montá-los e na praticidade do transporte. O soft light é bem mais prático para montar, desmontar e transportar. Já o hazy light requer um pouco mais de trabalho na hora de montar e desmontar, e devido ao tamanho de seu prato (base), fica meio chato de carregar para cá e para lá, portanto é mais indicado para ficar fixo no estúdio. O soft é retangular enquanto o hazy é quadrado.
            Os modelos de softs strip (140 X 35 e 90 x 25cm) são mais indicados para tomadas de corpo inteiro e também para iluminar modelos deitadas, quando se deseja que a luz ilumine somente a modelo, enquanto que os demais modelos inclusive os hazys são para tomadas gerais. O soft possui ainda uma outra vantagem que é a possibilidade de girá-lo no eixo do seu anel de fixação (mesmo fixo ao flash, é possível girá-lo).
            O soft também ajuda a evitar o chamado "flare" devido a seu recuo, evitando que a luz emitida pelo flash e filtrada pelos 2 tecidos difusores (interno e externo) incida diretamente na lente da câmera.
 

Sombrinhas




            O uso do flash com sombrinha é uma opção mais barata e também produz ótimos resultados, lembrando que existem alguns modelos de sombrinhas diferentes em pelo menos 3 tamanhos.
            A sombrinha rebatedora prateada tem melhor aproveitamento da luz, dando mais contraste a foto, porém provoca reflexos e sombras mais acentuados. Já a sombrinha rebatedora branca, proporciona luz mais suave, projetando sombras mais amenas.
            A sombrinha rebatedora dourada, "esquenta" a foto, proporcionando um tom de pele mais bonito na modelo fotografada. Por último, a sombrinha difusora, que funciona quase como um hazy, proporcionando luz bastante suave e projetando sombras bem amenas. Em todos os casos acima existe também a questão da escolha do diâmetro da sombrinha.
            Deve-se levar em consideração que quanto maior for este diâmetro, mais a luz se espalhará, dando portanto, uma maior cobertura à área a ser fotografada. Em contrapartida, quanto mais a luz se espalhar, maior será a perda.

 

Luz de fundo

            Visando melhorar a qualidade das fotos, podemos acrescentar a luz de fundo, ou seja, um ou mais pontos de luz destinados a iluminar somente o fundo fotográfico. Posicionado estrategicamente, de modo a iluminar a maior área possível do fundo, este tipo de iluminação traz muita melhoria as fotos de modelos, eliminando sombras indesejáveis, clareando e dando vida aos fundos fotográficos.
            Um efeito interessante é poder determinar qual o tom de cor do fundo iremos obter na foto (mais claro ou mais escuro), jogando mais ou menos luz no fundo, ou ainda controlando essa quantidade diretamente na abertura da própria câmera, fazendo um "balanceamento" com as luzes principais.
            Exemplo: se a abertura indicada no flash meter, obtida junto a modelo, for F:8.0 e a abertura indicada no flash meter, obtida junta ao fundo, também for F:8.0 e colocarmos essa abertura na câmera, teremos um fundo com a tonalidade fiel ao que se está vendo. Se diminuirmos a luz do fundo para F:5.6 e mantivermos o restante, teremos um fundo com a tonalidade um pouco mais escura do que se está vendo.
            Quando se fotografa corpo inteiro com fundo branco, muitas vezes faz-se necessário o uso de mais de um ponto de luz de fundo, para que o branco do fundo fique realmente branco e não acabe vindo "cinza" por falta de luz. Um recurso bastante difundido e muito usado na iluminação de fundo é o filtro de cor, que acoplado ao flash permite colorir o fundo fotográfico.
            É muito importante observar que a luz principal, neste caso, não deve atingir o fundo. Somente a luz colorida emitida pelo flash de luz de fundo deve iluminar o fundo fotográfico, bastando para tanto que sejam usados bloqueadores que impeçam que a luz branca emitida pelos flashes principais atinja o fundo fotográfico interferindo no resultado desejado.
            Nesse caso também é possível controlar o tom de cor que o fundo fotográfico terá no resultado final, bastando para tanto determinar a quantidade de luz que irá incidir sobre ele.
 

Luz de cabelo

             Ainda pensando em melhorar a qualidade das fotos de modelos, podemos acrescentar a luz de cabelo, ou seja, um ponto de luz destinado a iluminar somente o cabelo da modelo fotografada. Posicionado estrategicamente de modo a iluminar de cima para baixo somente o cabelo da modelo, este tipo de iluminação traz muita melhoria nas fotos, proporcionando um brilho interessante e charmoso. Um efeito interessante é obtido colocando a luz de cabelo por traz da modelo a ser fotografada (contra luz).
 

Outros acessórios




            Existem também, outros acessórios que podem ser usados em toda linha de flashes e geradores, que proporcionam ótimos resultados quando se deseja sair do convencional, colocando em prática a imaginação e o talento para produzir fotos mais criativas.
 

Refletor Parabólico Longo 250mm: alta concentração de luz, luz dura, projeção de sombras bem acentuadas, alto índice de reflexos.
 
Refletor Parabólico convencional 250mm: média concentração de luz, luz dura, projeção de sombras bem acentuadas, alto índice de reflexos.


Refletor Parabólico para uso com sombrinha 250mm: média concentração de luz, luz muito dura, projeção de sombras bem acentuadas, altíssimo índice de reflexos, indicado também para uso com sombrinha difusora, excelente ganho de luz.


Difusor com elástico para refletores parabólicos 250mm: indicado para suavizar e diminuir a concentração de luz dos refletores acima.


Mini refletor parabólico: baixa concentração de luz, luz dura, projeção de sombras acentuadas, médio índice de reflexos.


Refletor grande angular 500mm: alta concentração de luz, luz dura, projeção de sombras acentuadas, médio índice de reflexos.


Refletor base colméia: baixa concentração de luz, luz dura, projeção de sombras acentuadas, baixo índice de reflexos, excelente para iluminação de fundo, também pode ser usado com colméia e/ou com bandeira e jogo de filtros coloridos.


Colméia: para ser usada com refletor base colméia. Concentra a luz, suavização média, ótimos efeitos.


Bandeira: para ser usada com refletor base colméia. Proporciona controle da luz. ótimos efeitos


Mini cone: para ser usado na luz de cabelo. Concentra a luz, luz dura, ótimos efeitos


Snoot curto: para ser usado na luz de cabelo. Maior concentração de luz, luz dura, ótimos efeitos


Snoot longo:  para ser usado na luz de cabelo ou efeitos em still. Alta concentração de luz, luz dura, ótimos efeitos.

  Fonte: Atek


f) Soluções para Iluminação em Estúdio Profissiona

Produtos mais comprados no site